Verstappen mantém a segunda colocação no Brasil

Max Verstappen mantém o segundo lugar no Grande Prêmio do Brasil – e o prêmio correspondente

Keystone

O oficial da equipe Mercedes decolou enquanto avançava para uma penalidade subsequente de Max Verstappen no Grande Prêmio do Brasil. O holandês mantém o segundo lugar.

O obstáculo foi o confronto entre Lewis Hamilton e Verstappen na 48ª rodada do último domingo em São Paulo. Neste duelo, o inglês na Mercedes teve que desviar da pista para evitar uma colisão com o holandês na Red Bull.

Eles viram o comportamento de Verstappen como uma violação de regra na Mercedes. Em sua opinião, o holandês havia expulsado Hamilton deliberadamente. Com base nas novas gravações de vídeo, eles apelaram da decisão dos comissários, que classificaram a cena como um acidente de corrida comum. Os anfitriões da corrida acataram essa decisão cinco dias depois. Eles justificaram a decisão de não conduzir uma investigação adicional dizendo que as novas provas não eram importantes. “Nada no vídeo pode ser visto que mude radicalmente os fatos. Portanto, não há razão para reabrir o caso.”



Se os anfitriões chegarem a uma conclusão diferente depois de ver a nova filmagem, cobrar uma taxa adicional de cinco segundos para o tempo de condução de Verstappen seria uma penalidade potencial. Neste caso, o líder do campeonato mundial poderia ter caído para o terceiro lugar, atrás do companheiro de equipe de Hamilton Valtteri Bottas, que chegou à linha de chegada três bons segundos atrás de Verstappen. Verstappen só poderia ter feito 15 pontos em vez de 18, e sua liderança na Copa do Mundo foi reduzida de 14 para 11 pontos.


sda

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Rede Piauí