Um novo tipo de Coronavírus foi descoberto na Amazônia

Apesar do alto risco de infecção pela nova mutação, o ministro enfatizou: “Louvado seja Deus, a análise mostrou que as vacinas também são eficazes contra essa alternativa”.

No entanto, o Ministério da Saúde ainda não forneceu dados dessa análise. Segundo Pazuelo, os feridos na cidade florestal de Manaus aumentaram inesperadamente nos últimos meses, mas estão sendo controlados.

Em audiência no Senado, o ministro disse que o Brasil vacinará metade da população elegível até junho e o restante até o final do ano. No entanto, o país está garantindo atualmente apenas doses de vacinação para abastecer metade de sua população.

O Brasil começou a vacinar há cerca de três semanas com vacinas da chinesa Sinovac Biotech e da britânica AstraZeneca. O Instituto Botantan de São Paulo afirmou em nota que já iniciou os estudos sobre a nova variante de Manaus, mas os resultados só devem aparecer dentro de duas semanas.

O Centro Biomédico do Rio de Janeiro Fiucroz, que tem parceria com a AstraZeneca, também anunciou que também estava investigando a eficácia contra a variante amazônica e enviou amostras para Oxford.

READ  Os estúdios de dublagem alemães estão repletos de cultura e entretenimento

We will be happy to hear your thoughts

      Leave a reply

      Rede Piauí