Rally de Portugal 2011: remoção de poeira

Talvez o francês devesse ter uma ajudinha de Peter Solberg, porque há uma coisa que o homem de pé da Noruega não perde: o motivo! Com uma vantagem impressionante, Solberg lutou para sair do Nirvana dentro do cronograma e acabou terminando em sexto. “Eu nunca gasto. Isso também se aplica ao Campeonato Mundial”, Solberg conseguiu brilhar mais claramente no domingo. O Irmão Henning não se preocupou apenas com os pneus danificados em Portugal, mas também com a fraca tecnologia do seu festival. Quer fossem bugs de desempenho, problemas de turbo ou danos no servo, o norueguês recebeu o pacote completo. É quase um milagre que ele tenha terminado em nono, atrás de Kimi Raikkonen e Frederico Villagra. E a aparição de Mads Ostberg em Portugal também foi azar. No segundo teste, as engrenagens da festa foram rasgadas em duas. A corrida começou novamente no sábado, mas um sistema de direção com defeito (SS11) interrompeu a corrida para recuperar o atraso. Nesse ponto também apareceu Armindo Araujo. Até então, os portugueses tinham feito uma grande estreia com o novo Mini S2000. Movido por um motor 1.6 turboalimentado, o Araujo subiu para o sétimo lugar na classificação geral.

READ  Samsung aposta na tecnologia Micro LED para suas novas TVs em 2021

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Rede Piauí