O governador recusa: O estádio do Maracanã não leva o nome de Pelé

O famoso estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, não leva o nome da lenda do futebol brasileiro Pelé.

O governador Claudio Castro vetou uma iniciativa legislativa de um grupo de parlamentares regionais do estado do Rio de Janeiro na quinta-feira. Na véspera, o parlamento regional já havia retirado a polêmica proposta e solicitado seu veto.

O Estádio do Maracanã recebe o nome oficial de “Estádio Jornalista Mario Filho” e lembra o jornalista esportivo Mario Litt Rodriguez Filho (1908-1966). Certa vez, ele fez campanha para um novo estádio para a Copa do Mundo de 1950 na então capital, Rio de Janeiro, a ser construído não na remota Jacaripaguá, mas no bairro central do Maracanã.

A cidade de Nápoles chama o estádio de Maradona

A campanha contra a renomeação foi bem-sucedida

Os parlamentares queriam mudar o nome do estádio em homenagem a Pelé para “Estádio Edson Arantes do Nascimento – Rei Pelé”. Mesmo que o tricampeão mundial tenha sido homenageado no Brasil, o projeto foi recebido com forte rejeição. Entre outras coisas, muitos torcedores de grandes clubes de futebol carioca e renomados jornalistas esportivos participaram de uma campanha contra a mudança de nome.

O estádio do Maracanã é um dos estádios mais famosos do mundo: até hoje está intimamente relacionado à dolorosa derrota do Brasil para o Uruguai na partida decisiva da Copa do Mundo de 1950, bem como ao título da seleção alemã no Mundial de 2014.


sa-21-11- premier league-mit-tot-mci

(O quê ou o quê).

Próxima imagem: Imago.

READ  Aplicativo de guia de mulheres agora em hindi e punjabi também

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *