Mais de 1.800 mortes de Corona em um único dia nos Estados Unidos

De acordo com o JHU, o número de novas infecções registradas nos Estados Unidos em 24 horas chegou a 53.544 na terça-feira. Ele caiu drasticamente desde o início do ano – de mais de 200.000 por dia para uma média de mais de 60.000 recentemente. No entanto, especialistas alertam que, devido às novas variantes do vírus, ele pode voltar a aumentar.

Na terça-feira, o presidente dos EUA, Joe Biden, prometeu ter uma vacina suficiente contra o Corona disponível para todos os adultos no país até o final de maio. Até o momento, o objetivo de Biden era atingir esse marco no combate à propagação do vírus pelo mundo, até o final de julho. Desde que a campanha de vacinação começou ali, quase 52 milhões de pessoas receberam pelo menos uma vacina, e 26 milhões de pessoas já receberam as duas vacinas, de acordo com dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da Autoridade de Saúde.

De acordo com dados do JHU, 28,7 milhões de pessoas foram infectadas com o patógeno Sars-CoV-2 nos Estados Unidos, com cerca de 330 milhões de pessoas e mais de 516.000 morreram. Em termos absolutos, isso é mais do que qualquer outro país do mundo. No Brasil, fortemente atingido pela epidemia, o número de novas infecções registradas nesta terça-feira chegou a 59.925, maior que nos Estados Unidos, segundo dados do Ministério da Saúde e da unidade do JHU.

O site da Johns Hopkins é atualizado regularmente e, portanto, mostra um nível mais alto do que os números oficiais divulgados pelo CDC ou pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em alguns casos, os números – incluindo novas infecções em 24 horas, mas também o número de mortos – são atualizados retrospectivamente.

READ  Áustria contra a vinculação da ajuda à agricultura aos direitos dos trabalhadores - Südtirol News

Os melhores empregos de hoje

Encontre os melhores empregos agora e
Você é notificado por e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *