Giovanni Elber sobre a situação Corona no Brasil: “Isso me assusta”

Jovem elber É clubripRepresentante do Bayern de Munique. Mas o ex-jogador da Bundesliga está atualmente em seu Brasil natal. No t-online está relatando a situação perturbadora no site.

Giovanni Elber fazia parte do “triângulo mágico” do clube alemão Stuttgart, e mais tarde conseguiu como atacante do Bayern de Munique. O brasileiro nativo ainda está na estrada como representante do clube para o povo de Munique – de fato. Devido à pandemia do coronavírus, o jovem de 48 anos está em sua terra natal desde dezembro passado.

E no t-online, a situação fatal é relatada no site.

Série de fotos com 20 fotos

De acordo com a Universidade Johns Hopkins, 317.646 pessoas já morreram com o vírus Corona no Brasil. Somente na noite da última terça-feira, o Ministério da Saúde de Brasília relatou 3.780 mortes nas últimas 24 horas relacionadas ao Covid-19. A evolução também é uma grande preocupação para Elber.

R. Online: Sr. E.LibrVocê está atualmente em seu país de origem, o Brasil – um dos países que mais sofrem os efeitos da pandemia do Coronavírus. Como você vê a situação no site?

Jovem Elber: O caso do coronavírus é terrível. Os hospitais de todo o Brasil estão superlotados e há falta de oxigênio nas unidades de terapia intensiva. Assim, os médicos têm de determinar quem pode viver e quem não pode. Isso é trágico. Estou muito preocupada e com medo das pessoas.

Como estão sua família e amigos?

Fiquei na minha fazenda até terça-feira. Eu moro longe das grandes cidades. É preservação. Graças a Deus, todos na minha família estão com boa saúde. Mas ouvimos histórias ruins de nosso círculo de amigos. Alguns de nossos amigos estão em tratamento intensivo por causa de Corona, e outros já morreram. Para me assustar. Há apenas dois ou três meses ouvi falar que está ruim em Manaus ou no Rio de Janeiro. Agora todo o Brasil está em ruínas. Agora não está longe de nós.

READ  The sun strikes the pelicans, reaching new levels on both ends of the earth

Como você vê a situação em relação ao seu segundo país, a Alemanha?

O pior é quando os hospitais estão sobrecarregados. Porque não há mais nada que você possa fazer. É o caso do Brasil, não da Alemanha. Essa é a grande diferença. Nossos médicos aqui no Brasil trabalham dia e noite, estão cansados. Quando eu a vejo e as enfermeiras, automaticamente me lembra de fotos de Bergamo, Itália, do ano passado.

Por que não houve um bloqueio completo no Brasil?

Tínhamos um bloqueio parcial no Brasil, mas nosso presidente avisou que em caso de bloqueio muitas pessoas poderiam morrer de fome porque as empresas iriam à falência. É por isso que o trabalho deve continuar.

O que você acha de Jair Bolsonaro?

Nosso presidente tomou as decisões erradas apenas durante a pandemia de Corona. Ele disse que logo acabará, embora você tenha visto o que aconteceu em outros países. Você poderia imaginar que a Corona estava vindo para o Brasil e isso seria ruim. Ele nem mesmo se preparou para ela.

Como é feita a vacinação no Brasil?

Estamos avançando muito lentamente. Muito devagar. No Brasil, apenas 7% das pessoas são vacinadas.

O que você quer para o seu país?

A política brasileira deve finalmente levar a pandemia do Coronavirus mais a sério. Apenas um exemplo: tivemos cinco ministros da saúde diferentes desde o início da pandemia. Um deles ficou apenas uma semana no cargo. 300.000 pessoas morreram. Nós até ultrapassamos os Estados Unidos. Mais de 3.000 pessoas morrem todos os dias. Isso é demais. demais. Espero que todos sejamos vacinados mais cedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *