Futebol: É assim que a lenda brasileira Pelé realmente se sente! – futebol americano

Pelé, 81 anos, olha para o Atlântico todos os dias. O melhor jogador de futebol de todos os tempos passa os anos crepusculares de sua vida no elegante balneário brasileiro de Guarujá. Sua vila, da qual ele raramente sai, fica na luxuosa Praia de Pernambuco, com 1,8 quilômetro. Pelé, um dos maiores heróis do esporte do século passado, está sofrendo tanto física quanto mentalmente à medida que seu perfil médico está ficando cada vez mais denso.

Pelé tem um tumor intestinal!

Em 30 de agosto de 2021, o tricampeão mundial foi ao Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para o exame médico anual, que havia cancelado um ano antes devido à epidemia. As úlceras foram detectadas e a operação foi realizada cinco dias depois. No entanto, não foi um processo fácil. Pelé passou um total de 30 dias no hospital. Após sua alta em outubro, o tratamento continuou em casa no Guarujá.

Em 8 de dezembro, Pelé teve que retornar ao hospital para um exame de acompanhamento. Ele não foi autorizado a sair até o dia antes da véspera de Natal. “O paciente está estável e continuará o tratamento para pólipo no cólon”, dizia o boletim médico final. Assim, Pelé continua lutando para evitar o câncer.

Antes do Natal, Pelé dirigiu-se pessoalmente aos seus 7,9 milhões de seguidores via Instagram. Ele exibe uma foto ao lado da cama, sentado ereto com as mãos esquerda e direita cerradas em uma pose de canto de combate. Os que o cercam tentam de tudo em público para mostrar um Pelé feliz, sempre de bom humor. Mas a verdade é diferente. Pelé sofre. Você pode ver isso em seu rosto também. Caracterizado pelas dificuldades dos últimos anos, é pálido.

READ  30 melhores avaliações de Memorias De Um Suicida testado e qualificado

Em sua carreira ímpar, Pelé encantou o mundo com truques e gols. Sua risada era contagiante e deixava todos de bom humor. Em 2016, casou-se com Marcia Aoki, que era 25 anos mais nova, e este é seu terceiro casamento. Eles são um casal desde 2012.

Mas a saúde de Pelé vem se deteriorando há anos. Sua última aparição pública foi em maio de 2019, quando conheceu o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama (60) em São Paulo. Há um mês ele estava em Paris em um encontro organizado pelo principal patrocinador Hublot (Relógios) com o campeão mundial francês Kylian Mbappe (23). Durante a viagem à Europa, Pelé acabou no hospital devido a uma doença de pedra nos rins, e o tratamento continuou após seu retorno ao Brasil em um hospital em São Paulo.

Em 2014, Pelé teve que ir a uma máquina de diálise devido a uma lesão renal. Ficou conhecido que ele teve um rim removido quando ele era jogador do New York Cosmos (1975-1977). Em 2015, Pelé também passou por uma cirurgia de próstata.

Ele tem lutado com as consequências a longo prazo de sua carreira por muitos anos. Em 2012, ele conseguiu uma nova articulação e houve problemas com a reabilitação posterior. Pouco tempo depois, isso foi seguido por uma cirurgia na coluna. Pelé, que deixou seus adversários tontos, não conseguia andar direito por seis anos.

Em 2016, ele teve que convocar novamente o Comitê Olímpico Nacional para incendiar os Jogos do Rio de Janeiro. No sorteio da Copa do Mundo, em dezembro de 2017, em Moscou, Pelé subiu ao palco apenas em cadeira de rodas porque não conseguia andar longas distâncias no Teatro do Kremlin de muletas. No torneio, seis meses depois, não houve. Ele perdeu a Copa do Mundo pela primeira vez desde 1958.

READ  30 melhores avaliações de Moto G4 Plus testado e qualificado

Hoje, Pelé raramente sai de casa. Porque todas as doenças também o afetavam psicologicamente. Até velhos camaradas se lembram: Pelé muitas vezes se pergunta quanto tempo ainda tem de vida. Especialmente porque mais e mais pessoas de seu ambiente pessoal morreram. No Boxing Day, seu ex-companheiro Dorval (86) faleceu em grande momento no Santos Clube. Em março de 2020, ele perdeu seu irmão Zuka aos 77 anos para um câncer de próstata.

Por isso, o filho de Pelé, Edinio (51 anos), falou das depressões que notou no pai: “Ele é o rei, sempre foi uma figura majestosa, e hoje está frágil. Isso realmente o afeta”.

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Rede Piauí