Estátua do Cristo no Rio comemora 90 anos

O chefe do Santuário do Cristo Redentor, Padre Omar, fala durante uma missa pelos 90 anos do nascimento do Cristo Redentor na Catedral de São Sebastião, no Rio de Janeiro.

CONSTRUIR: Keystone / Tomaz Silva / Agencia Brasil

Mestre e Protetor do Rio: A cidade comemorou os 90 anos da estátua de Cristo com missa na Catedral do Rio de Janeiro.

Devido às chuvas dos últimos dias, o serviço foi transferido dos pés da estátua do Morro do Corcovado para o prédio, informou a agência brasileira de notícias “Agência Brasil”, terça-feira.

Assim, o cardeal Orani João Tempesta incluiu a imagem das nuvens que por último cobriram a estátua de Cristo em seu sermão. “Nesta época de pandemia, quando já olhamos para o futuro com otimismo e confiança na vacinação, também queremos ver as nuvens negras do ano passado”, disse.

Em outro ponto, o Cardeal assinalou que «Cristo Redentor“(Cristo Redentor) sempre de braços abertos também testemunha que é possível encontrar irmãos – mesmo em tempos de polarização e ódio.



A estátua de Cristo é ao mesmo tempo um símbolo e protetor do Rio. Ele pode ser visto de quase todos os cantos da cidade. Os cariocas, como são chamados os habitantes da cidade, adoram Christo. A história da estátua está cheia de lendas e lacunas, como disse recentemente o jornalista brasileiro Rodrigo Alvarez em uma transmissão ao vivo para a publicação de seu livro «Redentor». Uma das lendas que ele derrubou é que um padre francês sonhou pela primeira vez com Christo na montanha do Corcovado em 1903.

De acordo com sua pesquisa, a princesa Isabel do Brasil teve a ideia de colocar Cristo no Corcovado já em 1888. Nem mesmo a Igreja Católica sabia disso, por sua própria iniciativa um concurso para a estátua foi anunciado na década de 1920. O fato é que foi inaugurado em 12 de outubro de 1931.

READ  Irlanda para Portugal: B.1.1.7 ainda não lançou a terceira vaga

sda / tgab

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Rede Piauí