Eleições em Kosovo – Fossa Osmani é a nova presidente de Kosovo – notícias

  • Fioza Osmani é a nova presidente do Kosovo.
  • O parlamento de 38 anos foi eleito chefe de estado pelo parlamento de Pristina sob proposta do partido no poder, Viteveindusi, chefiado pelo primeiro-ministro Albin Corte.
  • E ganhou 71 votos, então a maioria no parlamento ganhará 120 assentos. 82 deputados estiveram presentes.

Após sua eleição, a política, que também formou nos Estados Unidos, pediu um diálogo com a Sérvia para normalizar as relações entre os dois lados. No entanto, o governo de Belgrado deve primeiro se desculpar e apresentar acusações contra os responsáveis ​​pela guerra de 1998/99.

Já no cargo em caráter temporário

Usmani assumiu temporariamente seu cargo desde novembro porque seu antecessor, Hashim Thaçi, renunciou sob acusações apresentadas pelo Tribunal de Crimes de Guerra do Kosovo em Haia. Seu mandato chegou ao fim com a tomada de um novo governo em torno do primeiro-ministro Albin Corte e seu partido anti-establishment, Viteveendosje. Era evidente que Vetevendosje ganhou as eleições parlamentares em meados de fevereiro.

Partidos da oposição e representantes da sociedade civil criticaram as eleições otomanas, dizendo que em uma democracia frágil como a de Kosovo, não é bom que o presidente, o primeiro-ministro e o presidente do parlamento venham do mesmo partido. Osmani não é membro do Vetevendosje, mas estava em sua lista nas eleições de fevereiro.

Kosovo, com uma população de 1,9 milhão de habitantes, declarou sua independência da Sérvia em 2008, o que não é reconhecido pela Sérvia, apoiada pela Rússia. Nos bastidores, a União Europeia em particular está pressionando para resolver o conflito e injetando bilhões na região. Todos os países dos Balcãs Ocidentais são considerados países candidatos à adesão à União Europeia.

READ  As férias de primavera em Miami Beach estão saindo do controle

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *