Covid19. O criador da vacina diz que a vida vai voltar ao normal no próximo inverno – Observer

A vacina contra a Covid-19 terá um grande impacto durante o verão de 2021, o que levará visivelmente a uma “queda acentuada nos casos” de infecções. Mas apenas em No inverno do próximo ano, a vida deve voltar ao normal Como era antes da pandemia. Previsões de Uğur Şahin, o cientista turco que criou a BioNTech que, no início de novembro, Anunciar Ao mundo, junto com a farmacêutica Pfizer, que sua vacina candidata tem sido mais de 90% eficaz na prevenção da Covid-19.

Estou bastante confiante de que uma vacina eficaz irá reduzir a transmissão entre as pessoas – não em 90%, mas talvez em 50% – mas não devemos esquecer que mesmo isso pode levar a Um declínio acentuado na propagação da epidemia“, Ele disseEm entrevista à BBC.

O cientista Ugur Sahin disse que, se as coisas correrem conforme o planejado, a vacina deve começar a ser distribuída no final deste ano, início do próximo. O objetivo, explica ele, é a entrega Mais de 300 milhões de doses em todo o mundo Até abril 2021 – isso dará 150 milhões de pessoas, pois a vacina deve ser administrada em duas doses.

6 dicas para entender a importância da vacina Pfizer, que é 90% eficaz contra a Covid

Esta distribuição até abril de 2021 “pode Permitir para começar a fazer um impacto No mundo, como o mundo pensa. No entanto, o efeito só começará a ser sentido mais tarde.

O verão vai nos ajudar porque a taxa de infecção vai diminuir no verão e o principal é que temos uma alta taxa de vacinação até ou antes do outono / inverno do próximo ano.

Ugur Shaheen acrescentou que os “principais efeitos colaterais” da vacina que foram descobertos até agora foram dor leve a moderada no local da injeção por alguns dias, embora alguns dos voluntários tivessem febre leve a moderada por um período semelhante. Não descobrimos quaisquer outros efeitos colaterais graves Isso pode levar à suspensão ou interrupção do estudo. “

READ  Dia da Conscientização sobre o Estresse: Como gerenciar os medos dos idosos? - Dinos

A União Europeia já comprou 200 milhões de doses (dando 100 milhões de pessoas) e esta reserva servirá também a Portugal. A diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, confirmou que esta vacina “é uma das vacinas que o país pretende obter”.

Written By
More from Ariana Yara

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *