Clube brasileiro de luto: quatro jogadores morreram em acidente de avião

Clube brasileiro melancólico
Quatro jogadores de futebol morreram em um acidente de avião

Acidente de avião atinge o futebol brasileiro. Logo após a decolagem, um pequeno avião cai no chão – matando quatro jogadores e o chefe da quarta divisão, o Almas Futebol e Regatas. O acidente nos lembra uma queda dramática em 2016.

Quatro jogadores de futebol e o presidente do Palmas Futebol e Regatas morreram em um pequeno acidente de avião no Brasil. O piloto também morreu no acidente ocorrido na manhã de domingo (horário local) no estado de Toncantin, região central do Brasil, conforme divulgado pela equipe da quarta divisão. O avião caiu durante a decolagem de um pequeno aeroporto do município de Porto Nacional. Não há sobreviventes, e as fotos mostram em reportagens da mídia, os destroços do veículo incendiados a poucos metros da pista. No início não havia informações sobre a causa.

Os jogadores e o presidente do clube, Lucas Mera, estariam a caminho de Goiânia, onde Palmas jogará na segunda-feira uma partida da Copa Verde pela Copa Verde contra o Vila Nova, da terceira divisão. A partida foi adiada indefinidamente, anunciou a Confederação Brasileira de Futebol. Por isso a vítima deve se lembrar de um minuto de silêncio em todos os jogos no Brasil no domingo.

No dia 28 de novembro de 2016, um avião da Seleção Brasileira de Futebol Chapecoense a caminho de Medellín caiu na primeira mão da Copa Sul-americana da Copa Sul-Americana na Colômbia. 71 pessoas foram mortas, incluindo quase todos os jogadores, bem como moderadores, treinadores e jornalistas acompanhantes. Seis passageiros sobreviveram. Posteriormente, a Autoridade de Aviação Colombiana identificou a falta de gasolina como a causa da tragédia. Mais de quatro anos depois de um trágico acidente de avião em que quase toda a equipe morreu, a Chapecoense voltou recentemente à primeira divisão.

READ  Por que eles não devolvem nenhum dinheiro? - Leitores do BILD estão zangados com a companhia aérea portuguesa TAP

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *