Brasil concede aprovação final para vacina Biontech / Pfizer ⋆ Nürnberger Blatt

Enxerto - Foto: Biontech
Enxerto – Foto: Biontech

O Brasil foi o primeiro país do continente americano a dar a aprovação final à vacina Biontech / Pfizer. O chefe da Superintendência da Anvisa, Antônio Barra Torres, disse nesta terça-feira, após uma revisão de 17 dias, a vacina obteve aprovação para uso generalizado. No entanto, o ingrediente ativo da empresa Biontech, com sede em Mainz, e de sua parceira norte-americana Pfizer, ainda não está disponível no Brasil.

No maior e mais populoso país da América do Sul, são utilizadas atualmente a vacina CoronaVac desenvolvida pela China e a vacina Astrazeneca. As autoridades emitiram uma licença de emergência para ambas as vacinas. Em contraste com eles, o uso da vacina Biontech / Pfizer agora é permitido para toda a população, e a comercialização das doses da vacina é permitida.

A Pfizer revelou em janeiro que já havia entregue cerca de 70 milhões de doses ao Brasil em agosto. No entanto, as negociações falharam porque as autoridades insistiram em responsabilizar os fabricantes em caso de efeitos colaterais imprevistos. Segundo um parlamentar brasileiro, com exceção do Brasil, apenas Venezuela e Argentina insistiram nessa cláusula de responsabilidade. A Anvisa não incluiu isso em seu anúncio.

O presidente Jair Bolsonaro zombou das exigências da Biontech / Pfizer em dezembro. Se os candidatos à vacinação se transformarem em “crocodilos” após a injeção, é problema deles, diz o cético da vacinação, que sempre minimizou a pandemia.

O presidente de extrema direita também é culpado pela falta de vacinas no país, obrigando muitas cidades a suspender suas campanhas de vacinação após pouco mais de um mês. Até o momento, 5,9 milhões dos 212 milhões de pessoas no país, ou 2,8% da população, receberam uma dose da vacina. Mais de 247.000 pessoas já morreram de Covid-19. É a segunda maior taxa de mortalidade depois dos Estados Unidos, com mais de meio milhão de vítimas. A vacina Biontech / Pfizer foi vacinada nos EUA desde meados de dezembro e recebeu aprovação de emergência lá.

READ  Saia para a solidão - uma jornada

Flash TV – Sempre no topo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *