Bispos em Portugal encarregados de estudar o abuso

Até o momento, não há investigação nacional

O abuso também é um problema na Igreja de Portugal. Os patrocinadores já formaram um grupo de trabalho para investigar a violência sexual contra menores. Os primeiros resultados são esperados em breve.

Lisboa – 12/05/2021

Bispos portugueses querem investigar casos de abuso de menores na Igreja Católica do país. Um painel independente de seis especialistas, liderado pelo psiquiatra infantil Pedro Strecht, deve começar a trabalhar em janeiro, de acordo com a Conferência Episcopal Portuguesa. Um relatório provisório deve estar disponível até o final de 2022.

O Comissário Strecht encorajou “todas as vítimas destes crimes hediondos” a apresentarem-se. A comunicação social citou o presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, D. José Ornelas Carvalho.

O trabalho da comissão é intitulado “Dar voz ao silêncio” (“Dar Foz ao silencio”). De acordo com relatos da mídia, ainda não houve uma investigação pública nacional sobre a agressão sexual de menores na Igreja em Portugal. Dos 10,3 milhões de habitantes de Portugal, pelo menos 85% pertencem à Igreja Católica. (KNA)

READ  Marcelo Quiroga é uma coroa positiva | em / Osland

We will be happy to hear your thoughts

Leave a reply

Rede Piauí