Ano novo com quase sete mil novos casos do vírus Covid-19

Esta sexta-feira, são mais de 6.951 infectados e 66 óbitos devido ao COVID-19 em Portugal. Os pacientes entram na enfermaria de desembarque.

Ano novo, doença antiga. Um dia depois de Portugal bater um novo recorde de feridos (7.627), começa o ano de 2021 6.951 outras infecçõesDe acordo com o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral de Saúde, que: O número total de casos confirmados aumenta para 420.629 Desde março. Destes, aproximadamente 75.000 corresponderam a pacientes ativos. Por outro lado, Outras 4.392 pessoas recuperadasIsso eleva o número de pacientes considerados curados desde o início da pandemia para mais de 338.000.

Vale ressaltar que a região norte inclui 2.745 feridos, o equivalente a cerca de 39% do total de novas infecções, elevando o número total de feridos para mais de 212.000. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo, com 2131 novas infecções (e totalizam mais de 135 mil). Na região centro, registam-se mais de 1.474 casos (em 49.000), no Alentejo mais de 308 (em mais de 11.000) e no Algarve mais de 199 (em quase oito mil pessoas). O arquipélago dos Açores regista 53 novos casos (1885) e a Madeira 41 outros (1642).

Quase sete mil mortes desde março

No último dia de 2020, 66 pacientes com COVID-19 morreram – 6.972 desde o início da epidemia. Foram registados 28 óbitos na zona norte, 23 em Lisboa e Vale do Tejo, 10 no centro, três no Alentejo, uma no Algarve e uma na Madeira.

A grande maioria das vítimas (41) tinha mais de 80 anos, com 16 óbitos na faixa de 70 a 79, 8 na faixa de 60 a 69 e um na faixa de 50 a 59 anos.

READ  Carlos Carvalhall: Preciso de jogadores, não de presentes ″

O número de pacientes internados diminuiu: são 34 pacientes a menos em relação a ontem, de um total de 2.806 pacientes. Nas unidades de terapia intensiva, há mais um paciente (483 no total).

We will be happy to hear your thoughts

      Leave a reply

      Rede Piauí