Por: Pedro Henrique Santiago
Repórter

Uespi inicia pesquisas pioneiras de produção e uso medicinal de canabidiol

O Piauí será o primeiro estado do país a autorizar a viabilidade do projeto

Pesquisadores da Universidade Estadual do Piauí começarão um trabalho de pesquisas dos primeiros projetos aprovados pelo Governo do Piauí para o Canadibiol. O Piauí será o primeiro estado do país a autorizar a viabilidade do projeto.

O grupo de pesquisadores já estuda o assunto há algum tempo, mas após a autorização do governador, a contribuição para o estado nas áreas social, econômica e técnico-cientifica.  “Estamos falando de grupos de pacientes que têm poucos recursos terapêuticos, de uma demanda reprimida de pais desesperados que veem um filho com 30, 40 crises convulsivas por dia”, explica o pesquisador Fabrício Amaral.

Uespi divulga edital do SiSU 2018
A fabricação pode abrir a possibilidade do Piauí produzir medicamentos e distribuir para outros estados / Crédito: Ascom Uespi

Além da pesquisa, outro campo que abre a possibilidade, é a produção de novos medicamentos, mas também de outros produtos relacionados à pesquisa sobre o Canadibiol. “À medida em que você promove o desenvolvimento de novos fármacos, está criando um parque tecnológico que vai facilitar não só a comercialização do canabidiol como o desenvolvimento de futuros produtos”, acrescenta Amaral.

Além da UESPI, a Universidade Federal do Piauí também foi incorporado ao projeto. As universidades fabricação o medicamento em parceria com a Secretaria de Saúde do Piauí, o Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi)

Notícias

MAIS NOTÍCIAS