Por: Victória Ribeiro
Repórter

Sindicato decide sobre greve de ônibus nesta sexta-feira (26)

Entre 4h e 5h da manhã, os motoristas começaram a ação e a saída dos ônibus foi atrasada

O Sintetro (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviário) realizou uma assembleia surpresa e se reuniu com motoristas e cobradores na garagem de cada empresa de ônibus da capital.

Entre 4h e 5h da manhã, os motoristas começaram a ação e a saída dos ônibus foi atrasada e por conta disso os passageiros tiveram atrasos e os ônibus estavam com a lotação maior que o normal no horário de pico.          

Segundo o secretário de comunicação do sindicato, Severino Costa,  está sendo feito o possível para que não seja necessário o inicio de uma greve. “O reajuste salarial deveria ter saído dia 30 de dezembro. Hoje já é 24 de janeiro, e absolutamente nada foi feito ou mesmo conversado com os trabalhadores”, explicou .

Eles alegam que o aumento da passagem foi de 9,4%, porém, os salários só foram aumentados em 1,8%. “Aumentaram demais as tarifas e o reajuste no salário não é nem metade. Queremos um aumento de, no mínimo, 5%”, completou o secretário.

Dentre as reivindicações, está também o reajuste no ticket alimentação e plano de saúde, para que o trabalhador pague apenas 30% do valor e a empresa os 70%.

Nesta quinta-feira (25), haverá uma reunião entre o Sintetro e os empresários, para que possa ser apresentada uma proposta para a tentativa de um acordo

Sexta-feira (26) haverá uma assembleia com os motorista e cobradores para a decisão de que se haverá paralisação e possivelmente greve.

Notícias

MAIS NOTÍCIAS