Por: Redação Rede Piauí
Repórter

Região dos Carnaubais recebe apoio em renegociação de dívidas de produtores

Programa Piauí Empreendedor está realizando oficinas orientando produtores rurais

Dando prosseguimento ao fortalecimento de potencialidades dos territórios piauienses, na última segunda-feira (18), aconteceu o programa Piauí Empreendedor, na região dos Carnaubais, que disponibilizou várias oficinas capacitando produtores rurais a melhor se desenvolverem.

Programa Piauí Empreendedor
Programa Piauí Empreendedor está desenvolvendo os territórios piauienses. (Foto: CCOM).

A iniciativa, realizada pela Secretaria do Estado do Planejamento (SEPLAN), está fortalecendo cadeias produtivas estratégicas nos territórios de desenvolvimento do Piauí.

No Território dos Carnaubais, a oficina realizada foi a de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater), que aconteceu na Câmara Municipal de Campo Maior, na segunda-feira (18) e envolveu produtores rurais, associações, Banco do Nordeste, Banco do Brasil, Emater e Secretaria do Desenvolvimento Rural (SDR).

Um dos destaques destas oficinas é a possibilidade, que está sendo dada pelas instituições financeiras, dos produtores rurais negociarem suas dívidas. O Governo do Estado entende que isso pode canalizar melhor o movimento da economia, já que muitas dívidas estão acumuladas e não negociadas, e isso acaba refletindo em uma parada no crescimento das regiões.

A Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) está sendo realizada também de maneira que ocorra uma ampliação na produção e inserção de novos produtos nos mercados.

Temas como "Mercado e Estratégia de Comercialização para Ovinocultura", "Situação Atual - Visão dos Produtores dos Carnaubais", "Ações para enfrentar os desafios do Território" e "Pré-requisitos para acesso ao crédito rural" foram também explorados na oficina.

Diversos setores já receberam oficinas do programa Piauí Empreendedor, tais como Cajucultura, Leite, Piscicultura, Leite, entre outros. Iniciativas e programação semelhante deverão continuar ocorrendo nos próximos meses, o que é muito bom para a economia piauiense.

Notícias

MAIS NOTÍCIAS