Por: Thiago Andrade
Repórter

Preso é encontrado morto na Irmão Guido

Os agentes viram o corpo após uma vistoria que foi realizada na manhã deste domingo (14)

Preso provisório desde janeiro de 2016, Kellvy Sousa Alves (25 anos) foi encontrado morto na tarde de ontem (14), em uma vistoria na Penitenciária Irmão Guido, zona Sul de Teresina. De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda, a revista foi realizada depois de um tumulto que aconteceu no começo da manhã.

Vistoria na Penitenciária Irmão Guido, zona Sul de Teresina
Vistoria na Penitenciária Irmão Guido, zona Sul de Teresina  (Foto:Portal Odia)

O corpo de Kellvy Sousa estava na Cela 3 do Pavilhão B sem marcas de perfuração. A perícia fará a autópsia para identificar a causa da morte. Esta é a primeira morte em presídio no Piauí este ano. Segundo Kleiton Holanda, é rotineiro fazer vistorias depois de agitação dos detentos. “Pela manhã houve um princípio de tumulto, mas que foi contornado rapidamente. À tarde foi feita uma vistoria, que é de praxe nesses casos de tumulto, porque há desconfiança de que está sendo cavado algum túnel para fuga, mas nada foi identificado”, esclarece.

O vice-presidente do Sinpoljuspi afirma que a Penitenciária Irmão Guido está com número de presos acima do normal. A penitenciária, que tem estrutura para receber 324 presos, tem atualmente 550. Ao todo, 80 presos ficam em módulos externos, ou seja, fora dos pavilhões, junto com os agentes, deixando em risco os servidores.

Notícias

MAIS NOTÍCIAS