Por: Patrícia Almeida
Repórter

Sesapi esclarece que Piauí não tem nenhum caso de febre amarela registrado este ano

Lacen iniciou esta semana a realização de exames para diagnósticos da doença

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) tranquiliza a população e esclarece que os dados sobre casos de febre amarela informados em boletim ao Ministério da Saúde se referiam ao ano de 2017, que haviam sido notificados como suspeitos, mas que já foram descartados. Os dados ainda não haviam sido  atualizados no sistema do Ministério da Saúde. Tal fato já foi comunicado ao órgão para que seja feita a devida atualização, uma vez que o sistema ainda não é on line.

Os três casos notificados em 2017 foram descartados e se referenciam a pacientes em Parnaíba, Teresina e Castelo do Piauí e apesar de não ter casos notificados de febre amarela no estado, a Secretaria da Saúde reforça a importância para que a população residente nos 57 municípios que fazem divisa com o estado da Bahia procure unidade de saúde para imunização. Deve ser vacinada a população a partir de 9 meses a 59 anos de idade e para quem deva viajar para aqueles municípios piauienses e ainda para os estados da Bahia, São Paulo e Minas Gerais.


A Secretaria da Saúde disponibilizou 16 mil doses de vacinas, que já se encontram nos municípios, e mais 16 mil estão em estoque.
Para o diagnóstico da febre amarela, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) iniciou esta semana a realização de exames, o que vai facilitar e agilizar o diagnóstico dos casos suspeitos notificados no estado.

Atenção aos sintomas da Febre Amarela.
Atenção aos sintomas da Febre Amarela. Imagem: Internet

Notícias

MAIS NOTÍCIAS