Por: Pedro Henrique Santiago
Repórter

Piauí investirá mais de R$ 5 milhões em cirurgias em 2018

A meta estipulada em 2017 era que acontecesse cerca de 2.000 atendimentos; para 2018 a meta é ousada

O ano de 2017 para o Primeiro Mutirão de Cirurgias Eletivas foi bastante positivo, segundo os dados apresentados pelo secretário de saúde do Piauí, Florentino Neto ontem, 2. Foram atendidas 2.053 pessoas, em diversas especialidades como ginecologia, ortopedia, oftalmologia, pediatria e gerais. 

Segundo o secretário, os números mostram o ótimo trabalho realizado pela coordenação de Cirurgias Eletivas. “Essa superação da meta demonstra o grau de dedicação dos nossos profissionais e de todos aqueles que fazem a Secretaria de Saúde para que nós pudéssemos atender a população piauiense”, afirma o gestor 

São João do Piauí terá mutirão de cirurgias eletivasEm mutirões somente para catarata, foram realizadas 602 atendimentos / Crédito: Divulgação SESAPI


Com o número alcançado acima do que foi estabelecido em 2017, o gestor destaca uma nova meta: realizar mais de sete mil cirurgias de catarata.“Nós estamos estimulados para essa meta, muito maior, que é o novo mutirão de cirurgias que vamos realizar em 2018. Nossa meta é zerar a fila. É uma meta ousada, vamos ter dificuldade e precisamos assumir o compromisso”,  afirma Neto.

O montante de R$ 5,5 milhões são oriundos de emenda parlamentar indicada pelo deputado federal Assis Carvalho.

MULTIRÕES DESAFOGAM FILAS DE ESPERA

Dez hospitais compõem a rede de suporte para a realização dos mutirões, Hospitais Getúlio Vargas. Em Teresina, os hospitais Infantil Lucídio Portela e da Polícia Militar realizam atendimentos nas áreas de ortopedia, ginecologia, neurocirurgia, hemodinâmica e catarata. No interior do estado as ações ocorrem nos hospitais de Campo Maior, Piripiri, Luzilândia, Esperantina, Barras, Bom Jesus e São Raimundo Nonato.

Hospital Regional Dr. Mariano Lucas de Sousa
Os mutirões de cirurgias eletivas nao se limitam a cirurgias oftalmológicas, mas também ortopédicas e outras especialidades/Credito: Divulgação SESAPI

Antes mesmo de sua inauguração, o Hospital Regional Dr. Mariano Lucas de Sousa já fazia atendimentos à população. No começo deste mês, em mais uma etapa do Multirão de Cirurgias Eletivas, foram feitas 100 cirurgias de catarata. O mutirão contemplou não somente moradores de Buriti dos Lopes, mas também de municípios vizinhos, como Cocal dos Alves, Murici dos Portelas, Bom Princípio, Caraúbas, Caxingó e Cocal da Estação.

Todos os pacientes receberam gratuitamente kits compostos por óculos e colírio. A avaliação do pós-operatório foi realizada no próprio Hospital.

Esta melhoria tem a ver com o desenvolvimento da saúde pública. A Secretaria Estadual de Saúde(Sesapi), o Governo do Estado investiram em hospitais regionais e na descentralização de serviços.

Notícias

MAIS NOTÍCIAS