Por: Victória Ribeiro
Repórter

Inscrições para Concurso da Policia Civil do Estado do Maranhão se encerram amanhã (27)

Para quem vai disputar a vaga de delegado, a taxa de inscrição será de R$ 220

Nesta quarta-feira (27), encerram as inscrições para o Concurso da Policia Civil do Estado do Maranhão. Com salários até R$ 18 mil, serão oferecidas 100 vagas, e mais 235 vagas para formação de cadastro de reserva. As vagas se classificam em: 20 vagas para o cargo de Delegado de Polícia Civil; 20 para Escrivão de Polícia, 46 para Investigador de Polícia, 7 para Médico Legista e 7 para Perito Criminal, além também de vaga para o cargo de odontologista, que ficara em cadastro reserva.

Para quem vai disputar a vaga de delegado, a taxa de inscrição será de R$ 220. Já para as outras vagas a taxa será de R$ 150, e os salários varam entre R$ 4.550,28 a R$ 18.957,64.

QUAIS EXIGENCIAS DO CONCURSO?

Os quesitos para concorrer ao cargo de delegado é ter ensino superior completo em Direito com diploma por instituição de Ensino Superior que seja reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação), e ter CNH (Carteira Nacional de Habilitação) no mínimo de categoria B. Para as demais vagas (Escrivão e Investigador de Polícia), é necessário pelo menos ter ensino superior completo em qualquer área, e CNH em categoria B ou maior. Para as demais vagas na área da saúde, que são as vagas de Odontologista e Médico Legista, é exigido formação superior completa em Medicina e Odontologia, e ser registrado nos Conselhos Regionais de cada categoria profissional.

Para os cargos de Perito Criminal, é necessário que o candidato tenha graduação nas áreas de Agronomia, Ciências Biológicas, Ciências Econômicas, Ciências da Computação, Análise de Sistemas, Engenharias, Psicologia, Serviço Social, Física, Farmácia e Bioquímica, Geologia, Química ou Química Industrial, e registro em conselho de classe, quando na profissão for necessário.

Clique aqui e confirao edital de concurso da Polícia Civil do Maranhão

Clique aqui e confira edital- vagas para delegado 

Notícias

MAIS NOTÍCIAS