Por: Pedro Henrique Santiago
Repórter

Governo do Piauí faz mais de 35 mil atendimentos pelo SAMU

Mais de 50% dos pacientes foram atendidos em 17 hospitais do Estado

No ano de 2017, o Complexo Estadual de Regulação, realizados 35.571 atendimentos em 2017. Esse número é o balanço das ocorrências de urgências feitas através de chamadas gratuitas para o 192, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (SAMU).

Do número total de 35 mil atendimentos, cerca de 20 mil pacientes foram encaminhados à hospitais da rede estadual, em 17 unidades do interior do Piauí. 

Mulher morre esfaqueada pelo marido em Esperantina
Cerca de três mil (8%) atendimentos não foram finalizados por conta do endereço não localizado, trotes, recusa de atendimento ou evadiu-se do local. / Crédito: SAMU

Para o secretário de Sáude, Florentino Neto, o número é um resultado claro da melhoria na assistência do estado à casos que necessitaram de atendimento do SAMU. "É o nosso objetivo maior, a descentralização dos serviços. Isso demonstra que os serviços têm melhorado na sua resolutividade e capacidade de resolver os problemas do paciente e nos dá segurança para referenciar os pacientes para determinadas instituições e municípios, a fim de reduzir a demanda para a porta de entrada do Hospital de Urgência de Teresina(HUT)”, explica o secretário.

Outro número que chama atenção, é que 25.759 chamados, têm relação com atendimento a urgência clínica, mal súbito ou acidente de trânsito. A coordenadora Estadual do Complexo Regulador, Luciane Formiga, explica que os dados são condizentes com o perfil epidemiológico do Estado. “Temos em primeiro lugar os acidentes que a cada dia aumentam; a imprudência das pessoas que dirigem alcoolizadas, sem habilitação, e por outro lado, nós temos o mal súbito e as urgências clínicas, que são inerentes as doenças crônicas degenerativas e estão relacionadas ao perfil epidemiológico da população de um modo geral”,conclui Luciane.

Notícias

MAIS NOTÍCIAS