Por: Redação Rede Piauí
Repórter

Carnaval: PRF já registrou 27 acidentes e 7 mortes no Piauí

Operação ainda está em andamento e vai encerrar às 23h desta quarta-feira (14)

A Operação Carnaval 2018, deflagrada pela Polícia Rodoviária Federal no sentido de controlar e orientar condutores que trafegam pelas rodovias federais do Piauí durante este período do feriado prolongado, já contabilizou até o momento 27 acidentes e 7 mortes nas BRs que cortam o estado.

Operação Carnaval 2018
Operação da PRF irá encerrar nesta quarta-feira (14). (Foto: Divulgação/PRF).

Pelo menos 8 pessoas estão gravemente feridas e ainda em observação em hospitais da capital e interior. A última morte registrada aconteceu na manhã desta terça-feira (13), na BR-343, em Parnaíba.

A operação da PRF teve início da última sexta-feira (09), início do carnaval, e deve encerrar somente às 23h desta quarta-feira de Cinzas (14). Ainda há um período crítico a acompanhar, que é o retorno da maioria das pessoas que viajou para o interior durante o carnaval. Durante esta quarta-feira (14) deve ser bem intenso o tráfego de automóveis nas rodovias.

De acordo com informações da assessoria de comunicação da PRF, as rodovias que despertaram maior necessidade de atenção dos agentes foram a BR-343, a BR-316 e a BR-135; esta última sendo já conhecida por "rodovia da morte", e das 7 mortes registradas, 3 foram nesta rodovia, que fica localizada na região sul piauiense.

Os agentes buscam orientar preventivamente os condutores para que os acidentes sejam minimizados, no entanto as ocorrências são constantes por conta da imprudência de alguns motoristas, além da alta velocidade promovida pelos mesmos e pela ingestão de bebida alcoólica ao conduzir os automóveis. "Infelizmente boa parte das pessoas ainda não entenderam os graves riscos que essas infrações causam no trânsito e acabam prejudicando suas vidas e a de terceiros", revelou um agente da Polícia Rodoviária Federal que participa da operação.

Além da PRF, ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) estão acompanhando a operação, de maneira a dar um rápido atendimento às vítimas de acidentes.

Notícias

MAIS NOTÍCIAS