Por: Thiago Andrade
Repórter

Câmara vota contra ar condicionados em ônibus da zona rural

Segundo Graça Amorim essas medidas já estariam previstas no Plano Diretor de Transporte de Teresina

A Câmara Municipal de Teresina aprovou o projeto de regulamentação do transporte rural de Teresina. A matéria provocou bate-boca entre a base do prefeito Firmino Filho (PSDB) e a oposição

A vereadora Cida Santiago (PHS) apresentou quatro emendas mudando o projeto, porém elas foram recusadas pela base que integra a Comissão de Constituição e Justiça da Casa. As emendas não foram votadas pelo plenário. Os vereadores recusaram alguns itens como a obrigação das empresas de disponibilizarem com ar condicionado, película e asseguraram a renovação da frota com veículos novos.

Foram recusados itens como a obrigação das empresas de disponibilizarem ônibus com ar condicionado
Foram recusados itens como a obrigação das empresas de disponibilizarem ônibus com ar condicionado(Foto: João Brito Jr/OitoMeia)

Graça Amorim (PMB) confirmou que as emendas não estariam confirme a constituição. Na opinião dela, essas medidas já estariam previstas no Plano Diretor de Transporte de Teresina e não seria atribuição da Câmara legislar sobre esse tema.

‘’Essas emendas são inconstitucionais. Elas tratam de algo que já está no Plano Diretor de Transporte de Teresina. Estão tentando fazer politicagem em cima disso. A base não votou contra o povo. O problema é que a Câmara não tem competência para legislar sobre o assunto. O projeto poderia vir do Executivo, mas não dá Câmara", declarou Graça Amorim.

Cida Santiago em reação acusou a base de Firmino de prejudicar a zona rural para favorecer os interesses do Palácio da Cidade. “É isso que tem acontecido nesta Casa. Os vereadores votam para agradar o Palácio da Cidade e esquecem do povo. As pessoas da zona rural vão continuar com ônibus de péssima qualidade. A Graça diz que já está no Plano Diretor, mas só passará a valer em 30 anos. É isso que queremos? Que as pessoas da zona rural esperem 30 anos para ter um ônibus de qualidade”, destacou.

Em verde, os vereadores que votaram contra as mudanças para o transporte público rural
Em verde, os vereadores que votaram contra as mudanças para o transporte público rural (Foto: Édrian Santos / OitoMeia)

Vereadores que votaram contra a proposta

Dr. Lázaro (PPS), Cida Santiago (PHS), Deolindo Moura (PT), Dudu (PT), Joaquim do Arroz (PRP) e Major Paulo Roberto (SD). O vereador Zé Nito (PMDB) preferiu se abster da votação.

Notícias

MAIS NOTÍCIAS